O QUE É?
A tintura de ervas, assim como o oleato, é uma forma de extração das propriedades medicinais de uma determinada planta.
A diferença entre esse dois métodos, é o líquido que usamos para extração. Enquanto no oleato (extrato oleoso) usamos um óleo vegetal, na tintura (extrato alcoólico) usamos o álcool de cereais. Existem feitios que usam vodca ou vinagre de maçã como solvente.
A tintura de ervas consiste numa infusão de folhas, flores, cascas, raízes ou frutos, frescos ou secos em substância alcoólica.

PRA QUE SERVE?
As tinturas preservam e concentram propriedades das ervas. Podem ser utilizadas em casa como aromatizador de ambiente, produtos de limpeza, e em cosméticos: repelentes, pomadas, sabonetes.
Além das propriedades medicinais das plantas, as tinturas apresentam aroma marcante, agregando perfume aos produtos.

Observação

Antes de produzir uma tintura, pesquise e tenha certeza de que a planta e a tintura serão úteis para o fim que deseja.

COMO FAZER?

A produção de tinturas é muito simples. Consiste basicamente em misturar a ervas escolhida com o solvente e observar a extração acontecer.

Materiais necessários

– Pote de vidro com tampa (preferencialmente na cor âmbar)
– Solvente: álcool de cereais, vodca ou vinagre de maçã
– Água (preferencialmente destilada)
– Erva seca ou fresca de sua escolha Passo a passo

Passo a passo

  • Esterilize o pote de vidro
  • Coloque a erva no pote e despeje o solvente até cobrir a erva.
  • A adição de água é opcional, caso você queira usar água opte pelas mais puras (desmineralizada ou destilada)
  • Feche o frasco e deixe descansar em local fresco, seco e pouco iluminado por pelo menos três semanas, agitando diariamente.
  • Quando alcançar a concentração desejada ou quando a erva perder completamente a coloração, coe e armazene protegido da luz.
Folhas e floresFrescas⅔ a ¾ do pote
Folhas e floresSecas½ a ¾ do pote
Raízes, cascas e frutosFrescos⅓ a ½ do pote
Raízes, cascas e frutosSecos¼ a ⅓ do pote
QUANTIDADE DE ERVAS EM PROPORCIONAL AO POTE

Observações

– A tintura não substitui o óleo essencial ou o oleato.
– É extremamente concentrada, portanto evite o uso diretamente na pele.
– Se desejar ingerir a tintura, procure um naturopata.
– Pode ser utilizada nos sabonetes, respeitando um limite de 2% do total da receita, visto que é composta apenas por álcool de cereais (as vezes água) e podem amolecer a barra.

Espero que vocês tenham gostado desse post, qualquer dúvida você pode deixar um comentário.

Agradecimentos especiais à Kalu e Valentina que contribuíram para esse conteúdo.

Assista o vídeo abaixo para você acompanhar o processo:

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

28 comentários sobre “Tintura de ervas: o que é e como fazer?

  1. Existe alguma vantagem em optar pelo vinagre de maçã como solvente? E as desvantagens? No sentido de concentração. O álcool poderia ser conta-indicado para quem tem doenças hepáticas ?

    1. Oi, Roberto!
      Não encontramos nenhuma desvantagem ou vantagem no sentido da concentração. É legal usar o vinagre porque você aproveita as propriedades dele também.
      Não sei te dizer se o alcool é contra-indicado para doenças hepáticas.

  2. adorei as explicações,meu filho tem micose cronica gostaria de aprender a fazer as tinturas pra ajuda-lo,e fazer o sabonete usando essa tintura.

  3. Olá meninas vocês usam a tintura de álcool cereais para fazer o sabonete no processo de saponificacao? Queria saber para poder fazer!

    1. Olá, Silvia! No começo a gente usava um pouco de Tintura nos sabonetes sim, mas com o tempo percebemos que a tintura deixava os sabonetes mais moles e então começamos a usar apenas os óleos de infusão e os óleos essenciais.

  4. Olá! No caso de ser feita com vinagre de maçã, a tintura pode ser aplicada na pele e nos cabelos?
    Obrigada pelo post. 🌹

  5. Esquentar a 70° graus a tintura para evaporar o álcool, deixa ainda mais concentrado ou destrói sapopinas, flavonóides, fitoquímica das plantas, ervas e afins?

    1. Oi, Samuel!
      Nunca fiz esse teste em laboratório para confirmar, mas esquentar o alcool me parece uma ideia ruim. Se quer deixar o alcool evaporar basta deixa o pote aberto. Pode colocar um voal em cima pra não entrar sujeiras!

  6. Ao fazer a tintura coloquei só as ervas e o álcool de cereais não coloquei a água. Já tem 8 dias que a mistura está preparada. Posso colocar a água agora? Será que por não ter colocado a água junto com os outros produtos está perdida minha tintura? Alguém pode me ajudar por favor.

  7. Olá meninas!
    Fiz uma tintura de hibisco com vinagre de maçã e gostaria de unir ao óleo vegetal para compor um tônico capilar, preciso utilizar algum emulsificante para fazer a mistura? O vinagre poderia reagir ao óleo?
    Muito obrigada!

    1. Olá Claudia, se você adicionar a tintura no óleo vegetal a mistura vai ficar bifásica. Terá que sacudir na hora de usar.
      Nós ainda não fizemos muitos testes com tônicos então fica difícil te ajudar, mas em breve faremos.

  8. Muito obrigada meninas!
    Vcs teriam uma ideia de proporção mais indicada para essa mistura da tintura com o óleo?

  9. Tenho uma dúvida qto a água da chuva, após coletada posso armazenar por qto tempo para usar no sabonete ou na tintura?

    Obrigada!

Deixe uma resposta