Quando a gente está começando a fazer sabonete surgem milhares de dúvidas com relação aos materiais e matérias-primas que devemos adquirir primeiro. Uma das primeiras questões que nos deparamos é: Quais materiais utilizar com Soda Cáustica? Você precisa garantir sua segurança com os equipamentos de segurança e os materiais adequados para fazer sua receita.

O hidróxido de sódio é um produto químico cáustico altamente alcalino. Quando adicionados à água, os íons Na + e OH- se dissociam. Esta parte da reação é endotérmica (gasta energia). Depois da dissociação, os íons Na + e OH- são imediatamente circundados por moléculas de água, que são a parte exotérmica (libera energia) da reação. A reação exotérmica pode atingir temperaturas acima de 100°C ou mais e, dependendo de outros aditivos químicos e da concentração, pode ser ainda mais elevada. 

Para escolher os materiais adequados à mistura da soda, é preciso pesquisar o Banco de dados de resistência química dos materiais:

Os materiais com classificação “A” são considerados “resistentes” e apresentam pouca ou nenhuma reação química. Já aqueles com uma classificação “D” são altamente reativos e não são recomendados para uso.

ALERTA

Um exemplo de material que tem classificação D é o alumínio. O alumínio NUNCA deve ser usado durante o processo de fabricação do sabão, pois pode ser muito perigoso. A reação de hidróxido de sódio com alumínio é corrosiva.

Muitas pessoas usam o vidro para fazer a mistura de soda, porém a longo prazo o vidro pode rachar. Além disso, o material pode ter pequenas imperfeições, impurezas ou formulações inadequadas e consequentemente, sofrer choque térmico e estresse térmico. Quando há uma expansão térmica em um lado do vidro, ela induz estresse, atingindo um nível acima do limite de escoamento do material, o vidro racha. Ao rachar, o material estilhaça devido à natureza amorfa e quebradiça do vidro. 

Mas e os recipientes Pyrex? Todo mundo costumava usar recipientes de mistura Pyrex, até eu, e fabricantes de sabão ainda usam e indicam. Os recipientes de mistura Pyrex já foram feitos com um vidro de borosilicato temperado espesso de alta qualidade. Isso os tornou bem resistentes a reações químicas e estresse térmico. Mas, atualmente as tigelas Pyrex modernas são feitas com materiais mais baratos que são propensos a estilhaçar e contêm vidro de cal sodada, que reage com a soda cáustica. Embora os recipientes de vidro e Pyrex sejam uma opção, eles devem ser o último recurso.

QUAIS SÃO OS MATERIAIS SEGUROS PARA FAZER SABÃO?
No processo de fabricação de sabão a quente, precisamos de materiais resistentes a soda cáustica e que tenham pontos de fusão elevados, acima de 120º.

MATERIAIS ADEQUADOS

Os materiais mais usados ​​na fabricação de sabão são o AÇO INOXIDÁVEL & POLIPROPILENO

O aço inoxidável (304) é classificado como A e tem um ponto de fusão acima de 1400 º C.
O polipropileno também tem uma classificação A e tem um ponto de fusão de 160 º C. ]

O polipropileno apresenta vantagens em relação ao aço inoxidável: é muito mais acessível, além de ser adequado para micro-ondas, o que permite um aquecimento rápido e fácil. Outros materiais que são seguros para uso são: titânio, PVC (plástico nº 3) e óxido de cerâmica.

Lembre-se: segurança é a coisa mais importante a se considerar na fabricação de sabão.

Por Marcella Lemos e Ana Velho

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

5 comentários sobre “Quais materiais utilizar com Soda Cáustica?

Deixe uma resposta