Quando você faz sabonetes você tem uma série de questões e gostos para levar em consideração, como: a função, o aroma, as propriedades, e também a estética que envolve a textura e a cor. Por isso nesse post ensinamos como usar corantes naturais em sabonetes .

Nós, do Espiral de Ervas, gostamos muito de usar oleatos, pois além de agregar aroma e propriedades também colore os sabonetes. É interessante você associar a coloração com as propriedades que você quer atribuir ao seu sabonete.

Temos algumas receitas queridas que deixam nossos sabonetes com cores belíssimas:
Sabonete de manjericão
Sabonete floral
Sabonete cítrico de açafrão
Sabonete de cacau com café

Então, você pode colorir seu sabonete de diversas formas:
– Oleatos de cascas ou plantas com a pigmentação bem forte. Por exemplo, oleato de barbatimão, oleato de canela, oleato de manjericão, oleato de calêndula
Minerais: óxido de ferro, carvão ativado
– Aditivos coloridos: com a spirulina, urucum, açafrão, páprica doce, argilas, cacau, café
– Cores neutras: argila branca ou dolomita

Técnicas para colorir o sabonete com mais de uma cor:
Em camadas
– Swirl (cores espiraladas)

Questões relevantes sobre coloração:
– A saponificação pode alterar a coloração final. Principalmente no cold process, em que seu aditivo passará pelo processo de saponificação. Então, recomendamos que você faça um pequeno teste caso esteja trabalhando com um corante desconhecido.

– A quantidade da matéria-prima que você vai usar para colorir varia de acordo com as propriedades, por exemplo usamos a argila por volta de 8% da receita enquanto o carvão ativado usamos um pouco menos, por volta de 4% da receita justamente por ser mais forte.

Então, testando você vai aprendendo um pouquinho sobre as infinitas possibilidades de colorir e deixar seu sabonete a coisa mais linda do mundo.

Espero que vocês tenham gostado desse post, qualquer dúvida você pode deixar um comentário.

Assista o vídeo sobre corantes naturais em sabonetes:









Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

13 comentários sobre “Corantes naturais em sabonetes

  1. Uau! Eu tô justamente migrando dos corantes Cosméticos prós naturais e esse artigo chegou na hora certa!!!
    O primeiro oleato que tô testando é com pó de hibisco, pra ver se consigo um tom rodado. Oremos! Pra cinzas e pretos, vcs acham que argila preta e carvão ativado será que dá bom?

  2. Amo o conteúdo de vocês! Super inspiração e motivação. Por favor, não deixem nunca de postar. Obrigada!

  3. Gostaria de saber como vcs fazem para usar a spirulina, por causa do cheiro que interfere. E o pó de beterraba? Já usei para obter o vermelho e não consegui. Como faço? Obrigada por tudo, vcs me inspiram!

    1. Oi, Vania!
      O segredo com a spirulina é não exagerar na quantidade, Pra uma receita de 730 gramas de óleo eu uso 8 gramas de spirulina e o cheiro de alga some no final.
      A beterraba dá um tom escuro quase morrom. Para obter vermelho você pode usar um pouco de oleato de canela e misturar um pouco de pó de urucum na massa. O urucum puro fica um vermelho alaranjado.
      Forte abraço

  4. Oi meninas!! Estou encantada com o mundo de cosmeticos naturais e conhecer seu site, youtube etc, foi sem duvida um super PLUS !!! Parabens!! Dica please, fornecedores de materias primas quimicas e naturais. Vcs podem indicar? Obrigada

  5. Olá! Parabéns pelo conteúdo, muito bom, gostei tanto que comprei o e-book cold process de vocês, super indico, muito didático….tirem uma dúvida minha, por gentileza. Como faço oleato de urucum ( com as sementinhas inteiras ou moídas?

  6. Boa tarde, Muito rico o conteúdo de vocês. parabéns. Gostaria de um auxilio: Para sabonetes líquidos quais corantes naturais vocês recomendariam?

Deixe uma resposta