O shampoo pastilha tem o pH mais amigável ao nosso cabelo e por isso se diferencia do shampoo saponificado, que tem o pH mais alcalino. Já temos receitas de shampoo para cabelos secos, para oleosos e agora vamos ensinar o passo a passo da receita de shampoo sólido com 7 ingredientes, para cabelos mistos ou secos.

Vamos entender um pouco sobre nossos ingredientes?
Nessa receita utilizamos o estearato de glicerila, também conhecido como cera de coco, um surfactante aniônico (não recomendamos usá-la no condicionador). Usamos também a Manteiga de Ucuuba para contribuir com potencial de hidratante do shampoo sólido. Das ervas em pó, utilizamos o juá (mais adstringente, faz uma limpeza mais profunda) e a calêndula (mais suave), você pode substituir por ervas da sua preferência.
Além desses, escolhemos a Cocoamidopropil betaína, um anfótero. Quando utilizamos um anfótero numa mistura de pH mais ácido, ele suaviza o efeito do surfactante principal e torna o produto mais condicionante.
Nosso surfactante principal é o SCI, isetionato de sódio. Utilizamos também o álcool cetílico que é o nosso agente endurecedor.
Esse shampoo sólido com 7 ingredientes, contém propriedades cicatrizante, antioxidante e anti séptica.

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO
Luvasóculos e máscara.

UTENSÍLIOS
– Potes de vidro ou aço inox devidamente limpos e esterilizados
– Panela para fazer banho maria.
– Espátula 
– Colher
– Forma
– Fita de pH ou pHmetro
– Balança digital
– Fogão (qualquer tipo)

INGREDIENTES
45% SCI – Isetionato de sódio
15% Anfótero Betaínico (pode usar outro anfótero)
12% Manteiga de Ucuuba (pode substituir pela manteiga de sua preferência, atentando-se para a textura)
10% Álcool Cetílico 
8% Estearato de Glicerila Emulsionável (cera de coco)
6% Juá e calêndula em pó
1% Nipaguard (conservante)
0,8% Óleo Essencial de Copaíba  (opcional)
0,2% Óleo Essencial de Cravo (opcional)

PASSO A PASSO

  • Pese todos os ingredientes
  • Junte o estearato de glicerila, o álcool cetílico e a manteiga de Ucuuba e derreta em banho-maria.
banho-maria
BANHO-MARIA
  • Em outra vasilha misture o SCI e a Betaína e leve ao banho-maria.
  • Quando a primeira parte da receita estiver totalmente derretida, despeje na outra vasilha com SCI e Betaína e misture.
  • Retire do banho-maria, adicione as ervas em pó.
MISTURE BEM
  • Misture vigorosamente
  • Adicione o conservante Nipaguard e os óleos essenciais.
  • Meça o pH – o ideal para essa receita é que o pH esteja entre 5,5 e 6,5. Caso seu pH esteja maior que 7, recomendo que você utilize ácido láctico ou ácido cítrico para baixar. É mais provável que isso aconteça se você trocar os surfactantes que indiquei por outros.
  • Despeje na forma.
  • Deixe o shampoo na forma por 24 horas.
  • Desenforme e aguarde 48 horas antes de usar.

VALIDADE
Por ser um produto sólido e a receita conter conservante o shampoo pastilha tem a validade longa, podendo durar 1 ano.

DURABILIDADE
O shampoo pastilha para cabelos secos e cacheados não contém aglutinante, substância sintética usada em sabões comerciais para evitar que eles derretam com a água, portanto mantenha seu sabonete o mais seco possível. Diferente do shampoo sólido o shampoo pastilha não deve ser dividido em partes para o uso, portanto recomendamos que use a barra inteira. Um shampoo pastilha dura cerca de 60 a 80 lavagens.

Esperamos que você tenha gostado desse post, qualquer dúvida você pode deixar um comentário.

Assista o vídeo abaixo para você acompanhar o processo:

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

19 comentários sobre “Shampoo sólido – 7 ingredientes

  1. Olá meninas!
    Já testaram com óleos vegetais ao invés de manteiga? Ou meio a meio? Fica mole?
    Faço com fécula glucoside ao invés do coco Betaina, tenho aqui e vou tentar!

    1. Acho que se você metade óleo pode ficar meio mole.
      O decyl glucoside funciona, mas terá que ajustar o pH do produto.
      100 gramas rende 60 a 80 lavagens. Um barra pequena de 35 gramas dura 1 mês e meio no meu cabelo que é grande. Mas eu não lavo todo dia. Se tiver muito quente lavo dia sim dia não e no frio lavo a cada 2/3 dias.

  2. Boa noite !! SCI (sodium cocoyl isethionate) não é mais permitido na cosmética certificada. Podemos usar o SCS?

    1. O SCI nunca foi certificado, mas não é porque ele não é suave ou biodegradável, na verdade ele é o surfactante aniônico em pó mais suave que temos acesso no Brasil. Pode usar o SCS, mas tenha em mente que ele é bem mais agressivo e tem o pH entre 8 e 10,5. Recomendo usar no máximo a 15%

Deixe uma resposta