No final do ano passado, a gente compartilhou uma receita de sabonete bem legal usando cerveja. E isso despertou em nós e também nos seguidores a curiosidade por outros tipos de sabonetes alcoólicos. Então, nos aventuramos com uma receita de sabonete de vinho tinto pelo método hot process.

Porque usar bebidas alcoólicas no sabonete?

A razão principal tem a ver com os açúcares presentes nessas bebidas que enriquecem bastante a espuma do sabão. Além disso, muitos saboeiros afirmam que ambos os sabonetes de cerveja e vinho também agregam propriedades calmantes para a pele. 

Sobre a preparação:
Após muitas e muitas pesquisas concluí que fazer uma preparação do vinho antes seria uma questão de escolha. Algumas pessoas afirmam que ferver o vinho, assim como a cerveja, é muito importante para remover o álcool que essas bebidas contém. Contudo, nós já fizemos o sabonete de cerveja sem remover o álcool e o resultado foi maravilhoso. Então, preferimos conservar o aspecto alcoólico da nossa receita e também escolhemos congelar o vinho antes da receita.

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO
Luvasóculosmáscara, mangas e calças cumpridas

UTENSÍLIOS
→ Balança
→ Mixer
→ Panela de aço inox
→ Recipiente de polipropileno
→ Colher de aço
→ Espátula
→ Fouet
→ Forma forrada com papel manteiga
→ Termômetro Infravermelho
→ Fita de pH

INGREDIENTES
400 g Óleo de Oliva
100 g Óleo de Cártamo (pode substituir pelo de Oliva)
100 g Óleo de Coco 
130 g Óleo de Palma Refinado
22 g Lactato de sódio (opcional – sal líquido que ajuda a endurecer o sabão)
98 g Soda Cáustica 99% de pureza
240 g Vinho congelado em cubos de gelo
50 g Vinho para colocar no final da receita
7 g Óleo essencial de Patchouli
5 g Óleo essencial Gerânio
2 g Óleo essencial de Ho wood

OBS: Caso você vá fazer essa receita em Cold Process, coloque todos os cubos de gelo no começo.

PASSO A PASSO

  1. Congele o vinho tinto com antecedência (48 horas no freezer) em fôrma de silicone ou similar;
  2. Pese os ingredientes;
  3. Esquente os óleos até derreter;
  4. Misture o vinho com a soda cáustica diluindo completamente (aqui ela chegou a 45ºC);
Diluição da Soda Cáustica com o Vinho Tinto
DILUIÇÃO DA SODA NO VINHO TINTO

5. Despeje a lixívia sobre os óleos e mexa com o mixer até chegar ao trace;

Lixivia adicionada aos óleos e mixada para chegar ao trace
MISTURANDO A SOLUÇÃO DE SODA COM OS ÓLEOS

6. Caso a temperatura caia, volte com a massa para o fogão para atingir 100ºC novamente ;

7. Mexa vigorosamente a massa para não grudar no fundo da panela e esquentar homogeneamente (a massa cozinha a 85º no fogão);

APARÊNCIA DE COZIMENTO
APARÊNCIA DE COZIMENTO

Obs: Se a potência do seu mixer for pequena e você achar que ele pode superaquecer, fouet ou espátula são boas opções para mexer a massa.

  1. Coloque o restante do vinho líquido para tornar a massa mais fluida de mexer;
  2. Volte com a panela ao fogo para compensar a temperatura do vinho e evaporar o álcool restante;
  3. Mexa vigorosamente para a massa não queimar e nem ficar heterogênea (pedaços mais cozidos que outros) quando estiver no fogo;
  4. Faça o teste de pH;
  5. Adicione os óleos essenciais e o lactato de sódio na fase gel.
TESTE DE ESPUMA
TESTE DE ESPUMA

VALIDADE
A validade desse sabonete varia de acordo com a conservação. O ideal é que seja usado nos primeiros 6 meses, para usufruir de todas as propriedades. O sabonete natural não estraga depois de seis meses, porém seu aroma vai ficando mais fraco.

DURABILIDADE
O sabão natural não contém aglutinante; substância sintética usada em sabonetes comerciais para evitar que derretam com a água. Portanto mantenha seu sabonete o mais seco possível. Recomendamos que você divida seu sabonete em 2 ou 3 partes para o uso, deixando apenas um pedaço no box.

Esperamos que você tenha gostado desse post, qualquer dúvida você pode deixar um comentário.

Assista o vídeo abaixo para você acompanhar o processo:

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

3 comentários sobre “Sabonete de vinho tinto – Hot Process

  1. Bom dia, estou com dúvidas sobre os óleos de Palma. Já entendi que óleo de palma e de palmiste são diferentes, mas e a gordura de palma e óleo de palma orgânico, é a mesma coisa, tem os mesmos efeitos?

    1. Sim, eles têm o mesmo perfil de ácidos graxos portanto oferecem as mesmas propriedades ao sabonete. A diferença é que o óleo orgânico de palma (prensado a frio) deixa uma coloração laranja e um aroma característico.

Deixe uma resposta