Antes de mais nada: Você já teve reação quando testou um desodorante novo? A princípio muitas pessoas buscam receita de desodorante natural por ter alergia a algum componente como o Bicarbonato de sódio ou o Leite de Magnésia.

Anteriormente já fizemos uma postagem no youtube de Desodorante Natural em creme. Todavia por conta das reações alérgicas relatas por algumas pessoas, testamos o uso de Alúmen de potássio para fazer um desodorante natural spray e sem bicarbonato.

Em contrapartida, outra diferença entre os dois desodorantes é que ao contrário do Bicarbonato de Sódio, o Alúmem deixa o pH mais ácido.

O Alúmen de potássio é um sal mineral natural usado eventualmente como alternativa ao Cloreto de Alumínio. – substância usada nos desodorantes antitranspirantes convencionais –

Nesse sentido a medicina tradicional chinesa utiliza ele há centenas de anos por causa de suas propriedades antimicrobianas. Além disso, serve por exemplo como adstringente tópico, antisséptico para feridas, acne e amigdalite e tônico para fechar os poros.

Por que não escolher desodorantes convencionais?

Os produtos convencionais normalmente são compostos por agentes que podem, por exemplo, entupir nossas vias, levando a inflamações e infecções.

O alumínio, por exemplo, faz parte da maioria das formulações, pois atua obstruindo os poros das axilas, assim impedindo a passagem do suor. 

Contudo, é justamente essa ação bloqueadora que pode ser considera prejudicial, pois quando não transpiramos não ocorre o equilíbrio térmico .

Além disso, é através da transpiração que liberamos parte das toxinas do corpo, desta forma se você não transpira, essas substâncias permanecem, podendo causar doenças.

Sobretudo, o mais legal de buscar produtos naturais é perceber que eles levam poucos ingredientes. Geralmente, agridem menos o meio ambiente e o nosso corpo.

UTENSÍLIOS

1) Balança para pesar os ingredientes
2) Tigela de inox para colocar o Alúmen de Potássio
3) Jarra de Polipropileno ou Vidro – Preferencialmente com bico dosador
4) Mini mixer
5) Medidor de pH
6) Fita de pH
7) Espátula
8) Embalagem para o produto final

INGREDIENTES

1) 60 g Água Destilada (74,5%)
2) 6 g Alúmen de Potássio em pó (comprei no mercado livre) (7,5%)
3) 5 g Coco Glucoside (Para equilibrar o pH do Alúmen e estabilizar a receita) (6,2%)
4) 5 g Óleo Vegetal de Amêndoas Doces (6,2%)
5) 0,8 g Óleo Essencial de Melaleuca (1%)
6) 3 g Extrato Natural de Rosa Mosqueta (3,6%)
7) 0,8 g Conservante Livre (Benzyl alcohol, dehydroacetic acid, benzoic acid, sorbic acid) (1%)

Como fazer seu Desodorante Natural Spray sem Bicarbonato

Em primeiro lugar, misturar a água destilada com o Coco Glucoside e em seguida unir o Alúmem de potássio. Ao mesmo tempo bater com o mini mixer para deixar bem homogêneo.

Misturando Aúmen de Potássio na água destilada
Misturando Alúmen de Potássio e água destilada

Importante utilizar um recipiente de fundo transparente para enxergar se a mistura ficou realmente homogênea.

Depois que perceber os ingredientes diluídos, adicionar todos os restantes e bater novamente com o mini mixer.

Unindo o restante dos ingredientes
Agregando os outros ingredientes

Por fim despejar na embalagem final de sua escolha, de preferência uma que tenha bico spray.

Colocando o desodorante na embalagem
Colocando o desodorante pronto na embalagem

Logo depois de pronto foi feito teste de pH e testamos 4 como pH final.

Quanto a validade, se estiver protegido do calor, a validade do Desodorante Natural Spray sem Bicarbonato é de aproximadamente 6 meses.

Assim como essa receita, ainda temos o passo a passo de um Hidratante Corporal Sólido e um Hidratante à base d’água pra você fazer em casa e contar pra gente como foi sua experiência!

Por fim, Assista abaixo o vídeo para acompanhar o processo:

Em suma, tomara que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida você pode deixar um comentário.

Então a gente se vê no próximo post; Até lá!

Por Marcella Lemos e Ana Velho.

Publicado por:Espiral de Ervas

Por Equipe Espiral de Ervas

26 comentários sobre “Desodorante Natural Spray sem Bicarbonato com Alúmen

  1. Bom dia! Não consigo encontrar o coco glucoside para comprar. Posso substituir pelo decyl glucoside ou algum outro surfactante? Outra dúvida: o óleo de amêndoas se incorpora na fórmula ou fica separado do restante dos ingredientes? Obrigada!

    1. Olá!
      Comprei o coco glucoside na engenheria das essências.
      MAs você pode substituir sim por outro glucoside! Eu escolhi o de coco porque ele tinha o pH mais alto para ajudar a deixar o pH final acima de 4!
      Quanto ao óleo, pelo que eu observei ele não separa.

      1. Sim. Ele também é chamado de Alquilpoliglucosídeo, mas quando você vê o INCI tá escrito coco glucoside.
        Outras opções são os Plantarem 1200 e 2000, mas lembre-se de verificar o pH no final se mudar o glucosídeo.

  2. Olá! Eu já testei outros desodorantes naturais, mas ainda não me adaptei. Gostaria de testar esse, vocês fazem para vender? Moro em Santa Catarina. Obrigada!

    1. Preciso do INCI Name dele para pesquisar ao certo, mas acredito que seja sim. A substituição deve ser feita de acordo com a ficha tecnica do conservante, vc deve confirmar se eles indicam para a mesma faixa de pH e na mesma concentração. Beijos

    1. o hidroxido de magnesio em contato com a água formará o famoso ” leite de magnesia”, muito comum em receitas caseiras. a questão aí mora na adequação do ph, já que o hidroxido de magnesio é alcalino, e pode nao ter compatibilidade com os ativos usados nesse detergente (que são acidos), inclusive pode fazer com que o conservante perca sua ação, pois o espectro de ph do nipaguard vai até 7 ou 8 apenas. beijos

      1. Meninas, eu queria tanto entender a questão do PH na produção de desodorantes. Eu fiquei agora sem saber qual é o PH ideal… ajudem por favor? beijinhos!

  3. Fiz o desodorante conforme instruções, porém achei que o efeito dura pouco tempo, a unica modificação foi o extrato de sálvia no lugar de rosa mosqueta. Também medi o pH no produto final, não dilui em água destilada. (pH 4). Será que tem a questão do que funciona pra um, pode não ser eficiente da mesma forma para outro, pois a versão com hidróxido de magnésio achei melhor.

    1. Pois é, tem peles que se adaptam melhor aos desodorantes alcalinos, e outras acabam sofrendo com o uso continuo de produtos alcalinos. É um conjunto de fatores que definem a eficacia de um produto, além de formulação podemos incluir desde alimentação, colonizaçao de microbiota, estilo de vida, estresse, tipo de pele, etc etc. Para mim (Thais), bicarbonato machucou demais minha pele, hidroxido de magnesio funciona por um periodo de tempo e dps para de funcionar, e o que melhor me adaptei foi o com alumen. Beijos

  4. Oi meninas, estou tendo dificuldade de encontrar o extrato natural de rosa mosqueta. Além disso, muitos extratos que encontro são em pó. Existem algum outro extrato que posso usar no lugar? E como funciona esses extratos em pó? Abraços

  5. Olá! Achei muito interessante a receita, penso em testar, mas fico em dúvida quanto ao Alúmen de Potássio, não contem sais de alumínio?

    Pelo que pesquisei, é um sulfato duplo de Alumínio e de potássio, e não seria sulfato de alumínio um sal ? Daqueles que existe toda a questão sobre câncer de mama em mulheres que usam aerosol ?

  6. Ja estou usando e amei o resultado, substituí o OE demaleleuca por de tea tree, mas por conta de um gosto pessoal. Funciona super, muito grata a vcs do Espiral

    1. oiii!!! Melaleuca e tea tree são o mesmo óleo, só que tem marcas que optam por um nome ou outro, mas possuem a mesma origem! Pode ver no nome da especie do seu oe de tea tree, é melaleuca ehehehe bjos

Deixe uma resposta