Antes de mais nada exite uma grande incidência de pessoas com peles sensíveis bem como com alergias a ingredientes da maioria das pomadas convencionais para prevenir assaduras.
Por isso fizemos uma receita ideal para bebês e crianças e desde já vale ressaltar as maravilhas dos insumos que usamos nessa fórmula já que são boas para todos os tipos de pele.
Acima de tudo, o melhor é que você mesma pode produzir essa belezinha de pomada para prevenir assaduras na sua própria casa! Então, vamos aos benefícios?

Por que usar Hidrolato de Lavanda na Pomada para assaduras?

Sobretudo, a partir da destilação do Óleo essencial de Lavanda obtemos esse ingrediente. Bem como alguns componentes da lavanda só tem afinidade com a água, encontra-se propriedades únicas que não estão nos óleos essenciais.
Primeiramente seu aroma é mais sutil que nos óleos essenciais. Na pomada para prevenir assaduras em bebês, a intenção é não ter cheiro muito forte, até porque usamos outros ingredientes que também tem aroma.

Além disso as propriedades do Hidrolato de Lavanda são:

1) Hidratantes
2) Tonificantes
3) Refrescantes
4) Relaxantes
5) Atua como regenerador celular

Extrato Natural Glicerinado de Rosa mosqueta:

Antes de tudo o extrato nada mais é que água, glicerina e a erva macerada que você quer extrair as propriedades. A rosa mosqueta é muito utilizada em produtos para a pele pois tem, assim como o hidrolato, ação cicatrizante, é regeneradora da pele, tem poder emoliente e suaviza as manchas na pele.

IMPORTANTE:
Esse ingrediente é fotossensível, ou seja, não deve ser exposto ao sol pois pode ocasionar manchas ou queimaduras. Então use com cuidado, e dê preferência à noite, lembrando de tirar pela manhã e proteger a pele antes de sair.

Porque usar extrato glicerinado ao invés de extrato glicólico?

O Extrato Glicólico tem um composto chamado propilenoglicol, que não é liberado para a cosmética natural e ainda pode causar alergia em algumas pessoas além de deixar a receita mais aguada e não agregar aroma nenhum.

Lanolina Vegana:

Esse ingrediente tem um alto teor de insaponificáveis, sendo assim um estabilizante de emulsões. Além de ajudar por exemplo a dar forma de pomada, contém benefícios incríveis para a pele. A consistência é parecida, por exemplo, com as ceras vegetais. Nesse sentido ela cria uma barreira na superfície da derme conservando por mais tempo a sua hidratação, garantindo que a pele não fique rachada ou ressecada, sendo uma ótima opção umectante. Para ficar ainda melhor, tem ação cicatrizante, então além de prevenir ela também cicatriza caso a pele esteja magoada. (em casos de inflamação/infecção procurar dermatologista)

Oleato de Calêndula: A pele agradece

São tantos os benefícios que é difícil saber por onde começar!
A princípio ele estimula a síntese de colágeno, ou seja, facilita a cicatrização e a fabricação de tecido novo para compor a pele (e ao mesmo tempo previne rugas!). Ao mesmo tempo também tem poder antioxidante, anti-inflamatório, ajuda na melhora de picadas de inseto e no tratamento de hematomas. Por outro lado também é usado, por exemplo, no cuidado de dermatites, queimaduras, assaduras e ferimentos.

Como obter o Oleato?

Temos um post aqui no blog ensinando como fazer seu oleato em casa!
Incrível é que dá pra fazer com diversas ervas, confere lá!

Direto ao ponto:
Como fazer a pomada para prevenir assaduras?

Antes de tudo precisamos separar os ingredientes, que são:

Fase 1:

1) 25 g de Hidrolato de Lavanda
2) 6,7 g Água destilada
3) 5 g de Extrato Natural Glicerinado de Rosa Mosqueta (substituir por água se não tiver)

FASE 2:

1) 25 g de Oleato de Calêndula feito com Óleo de Oliva
2) 15 g de Manteiga de Cacau
3) 10 g de Cera de Carnaúba
4) 10 g de estearato de glicerila
5) 2 g de lanolina vegana (substituir por Óleo de Rícino se não tiver)

FASE 3

1) 0,3 g de Óleoresina de alecrim
2) 1 g de Conservante Nipaguard

Por que utilizar antioxidante e conservante na mesma receita?

Como essa receita leva água, seja ela destilada ou não, pode, a longo prazo acabar proliferando fungos e bactérias se não houver conservante. O antioxidante não serve de conservante para meios aquosos e se não utilizá-lo pode oxidar a receita.

Depois disso é essencial separar os utensílios para preparar a receita, então vamos a eles:

1) Balança de alta precisão
2) Balança de média precisão
3) Recipiente específico para ir ao fogo
4) Espátula e colher
5) Mixer e copo do mixer para bater a emulsão
6) Fogão elétrico, fogão normal com panela ou chapa para banho maria
7) Termômetro
8) Embalagem esterilizada para guardar a pomada

Enfim, acompanhe o passo a passo em vídeo e descrito abaixo:

Passo a passo da receita

PASSO 1:

Em primeiro lugar deixe os ingredientes da fase 2 (fase oleosa) previamente pesados. Em seguida coloque-os para derreter e aqueça até os 70ºC antes de começar a emulsão:

Pomada cicatrizante - aquecendo fase oleosa
Aquecimento dos ingredientes da fase oleosa

PASSO 2:

Enquanto isso junte todos os ingredientes aquosos (fase 1) no recipiente onde vai ser realizada a emulsão, como mostra a imagem abaixo:

fase aquosa pomada cicatrizante
Agregando ingredientes da fase aquosa (fase 1)

PASSO 3:

Logo depois pese a fase 3 e deixe reservado pois ela só se juntará a mistura quando a massa estiver mais fria.

PASSO 4:

Dessa forma, como mostra na figura abaixo, posicione assim o mixer dentro do recipiente onde acontecerá a emulsão, e adicione a fase 2 no recipiente. Certamente é bom deixar os óleos escorrerem pelo mixer para não haver grande choque de temperatura.

emulsão inicio pomada cicatrizante
Início da emulsão Fase 1 + Fase 2

Passo 5:

Então misture bem os ingredientes com o mixer. Depois que passar mais ou menos 5 minutos a massa já tem uma forma mais densa. É importante sempre raspar as sobras do recipiente pois as vezes nem todas as quantidades dos ingredientes foi incorporada.

textura inicial de pomada cicatrizante
Textura inicial da pomada

PASSO 6:

Depois que a temperatura da massa chegar a aproximadamente 45ºC o conservante e o antioxidante (fase 3) já podem ser incorporados a receita. Bata de novo com o mixer.

conservante e antioxidante pomada cicatrizante
Adicionando o conservante e o antioxidante a receita

PASSO 7:

Para ter certeza que todos os ingredientes estão bem misturados, em seguida usamos outro recipiente e nele mexemos mais um pouco somente com a espátula.

Enfim, essa é a consistência final da Pomada para prevenir assaduras.

textura final pomada para assaduras
Textura final da Pomada para prevenir assaduras

PASSO 8:

Finalmente, coloque a pomada nas embalagens previamente esterilizadas (por exemplo, com álcool a 70%).

embalagem pomada cicatrizante para assaduras
Colocando a pomada na sua embalagem para ser acondicionada.

Lembre-se:

Rotule sempre a embalagem com a data de fabricação e a composição do produto.

Durabilidade:

A pomada tem validade entre 3 e 6 meses, contudo, se conservada fora de fonte de calor direta, em embalagem limpa e esterilizada.

Rendimento:

Logo, uma receita de 100 g rende 3 embalagens de 33g cada.

Quem pode usar a Pomada cicatrizante para prevenir assaduras?

Não há limite de idade para o uso. Recém-nascidos estão liberados para o uso desde o teste prévio para identificação de alguma alergia, assim como é indicado também para todos os tipos de pele.

E você, quer mais receitas com ingredientes cicatrizantes?
Temos fórmulas de como fazer pomada cicatrizante bem como de Hidratante Labial com Lanolina Vegana.

Por fim, assista o vídeo para acompanhar o processo:

Em suma, tomara que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida ou sugestão é só deixar um comentário.

Enfim, a gente se vê no próximo post! Até lá. 

Por Marcella Lemos e Ana Velho.

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

Deixe uma resposta