Acima de tudo, temos estudado mais a fundo os ingrediente usados na composição de nossos produtos. Dessa forma podemos melhorar ainda mais o conteúdo que trazemos até você.
Vamos começar conhecendo o ingrediente álcool cetílico já que muita gente estranha ao ver o nome álcool sendo parte da composição de shampoos, condicionadores, cremes e etc. Assim, a primeira coisa importante sobre ele é saber que se trata de um álcool graxo.

O que é um Álcool Graxo?

Álcool é um composto orgânico com um grupo hidroxila (OH) funcional ligado a um átomo de carbono alifático. O carbono alifático nada mais é que hidrocarbonetos com átomos de carbono estruturais em cadeias abertas e fechadas (cíclicas), não aromáticas.

Existem álcoois de cadeia curta como, por exemplo, o álcool isopropílico, o etanol, o metanol, e o benzílico, que dão maior chance de ressecamento. Por outro lado existem os álcoois graxos, que tem uma cadeia longa. São exemplos o álcool cetílico e o miristílico.

Dessa forma, álcoois graxos são um híbrido entre álcoois e ácidos graxos ou óleos. Eventualmente acontece um engano de que, por conter álcool em seu nome, o álcool cetílico está secando a pele sendo que é exatamente o contrário.

Certamente o álcool mais conhecido é o álcool etílico, mas há muitos ingredientes nesse grupo à disposição para produção de cosméticos. Os principais são o álcool cetílico bem como o álcool cetoestearílico e o álcool estearílico.

Quem é o Álcool Cetílico?

A princípio, o álcool cetílico foi descoberto em 1817 pelo químico francês Michel Chevreul quando ele aqueceu o espermacete, substância cerosa do óleo de cachalote, com hidróxido de potássio. Dessa forma, flocos de álcool cetílico ficaram para trás após o resfriamento.

Atualmente é a partir da redução do ácido palmítico que obtém-se o álcool cetílico já que a espécie de cachalotes se encontra perto da extinção. Esse ácido vem do óleo de palma e dessa forma o álcool cetílico pode ser conhecido como álcool palmítico mas pode vir também de subprodutos derivados da indústria do petróleo, infelizmente.

Estrutura química do Álcool Cetílico:

Conhecendo o ingrediente: para que seve o Álcool Cetílico?

De fato o álcool cetílico é um álcool graxo emoliente, emulsificante, espessante e surfactante em uma variedade de cosméticos e produtos para a pele. Ele protege, por exemplo, a pele de alérgenos, bactérias, a perder menos umidade e a melhorar a textura dos produtos.

Hidratante e Emoliente

Com a finalidade de emoliencia, o álcool cetílico tem a capacidade de suavizar a descamação da pele, reduzindo a pele áspera e seca. Os emolientes são agentes oclusivos e desse modo fornecem uma camada de proteção que previnem a perda de água da pele.

Os ácidos graxos que compõem esse ingrediente formam uma barreira que retém a umidade enquanto mantém o ar e outros elementos ambientais do lado de fora, o que é vital para a saúde da pele. Portanto, usa-se o álcool cetílico em cremes, loções e pomadas projetados para melhorar a pele seca e escamosa.

Doador de textura

Já que o álcool cetílico também funciona como um agente espessante, melhora a viscosidade dos produtos para a pele utilizamos ele para melhorar a textura das formulações e torná-las mais gostosas para os sentidos. Embora não pareça importante em produtos, é bom tê-lo para garantir que a fórmula não se separe ou e torne grumosa e que os ingredientes principais sejam distribuídos igualmente na pele.

O álcool cetílico faz isso principalmente agindo como um espessante pois os espessantes melhoram a consistência, viscosidade ou adesão à pele.
Viscosidade significa “espessura”, então o mel tem uma viscosidade mais alta do que a água. Assim, o álcool cetílico pode ser usado para engrossar fórmulas, adicionando corpo e viscosidade.

A versatilidade do Ingrediente Álcool Cetílico

O álcool cetílico é um álcool graxo de cadeia linear com 16 átomos de carbono, considerado assim um dos mais versáteis. Sem dúvida sua característica principal é a capacidade de aumentar a viscosidade e estabilidade nas emulsões. O aumento da aderência acontece por conta de sua natureza cristalina já que é um material suave, não-tóxico, não-irritante e sem odor.

É estável na presença de ácidos e álcali e da mesma forma, age contra a oxidação de si mesmo. Atua como espessante de fase oleosa, agente suspensor e emoliente, uma vez que pode aumentar a lubrificação.

Exemplos de uso do ingrediente:

Conhecendo o ingrediente álcool cetílico, descobrimos que ele pode ser útil como opacificante em sistemas de limpeza (shampoo e sabonete líquido) pois tem baixa solubilidade em água e é compatível com tensoativos de diferentes cargas (aniônicos, não iônicos, anfóteros e catiônicos) e seu ponto de fusão é entre 45 e 51ºC.

Formulação de shampoo pastilha
Álcool Cetílico como agente limpante no shampoo pastilha
Condicionador com álcool cetilico
Álcool cetílico como doador de textura no condicionador

Em produtos de cuidados pessoais, não apenas loções como cremes para a pele, o álcool cetílico atua como um agente espessante e emulsificante, evitando que os componentes do produto se separem.

creme para pele com o ingrediente alcool cetílico
Creme corporal Espiral de ervas

Visto que o álcool cetílico derrete em temperaturas mais altas do que a temperatura média do corpo humano, utiliza-se em produtos cosméticos como batons, ajudando a cor dos produtos a aderir à pele.

Formulando com álcoois graxos:

Por analogia, já sabemos que a função dos álcoois graxos é aumentar a viscosidade de formulações cosméticas e fornecer emoliência. Esses ingredientes fazem parte da fase oleosa das formulações com efeito opaco e esbranquiçado, e para incorporá-lo à receita esquenta-se até o ponto de fusão. Adiciona-se estes álcoois com concentração média de 1 a 7%, contudo, quanto mais viscosa uma receita, maior a concentração de álcoois graxos necessária.(máximo 7%)

Porque devo aquecer ?

O aquecimento é uma parte importante do processo de fórmulas que têm álcoois graxos na composição pois é comum derramar uma fase sobre a outra para realizar o processo de emulsificação como, por exemplo, colocar a fase aquosa sobre a fase oleosa, ou vice-e-versa.

Uma vez que à temperatura ambiente os álcoois graxos têm o formato de cera sólida, ao misturar uma fase a outra elas devem estar na mesma temperatura, senão os componentes solidificam antes de acontecer a emulsão. Entre os problemas que podem ocorrer, ficam grãos e desestabilizam o sistema, já que o ingrediente não estará totalmente incorporado e emulsificado.

Conhecendo o ingrediente álcool cetílico: ele é seguro?

O grupo regulador responsável pela segurança de medicamentos, alimentos e ingredientes para cuidados com a pele (Food and Drug Administration) aprovou o álcool cetílico para seus usos indicados. Dessa forma ele também está na lista de aditivos alimentares permitidos por eles.

O Sob o mesmo ponto de vista, o Painel de especialistas em revisão de ingredientes cosméticos avaliou os dados científicos sobre o álcool cetílico e concluiu que esse ingrediente não é sensibilizante nem tóxico e seguro para uso em produtos cosméticos. Embora eles considerem o álcool cetílico seguro para uso em cosméticos, alguns dermatologistas acreditam que o ingrediente pode ser irritante para pele sensível.

Algumas evidências sugerem que o álcool cetílico, junto com outros álcoois graxos sintéticos, podem alterar a bicamada lipídica da epiderme causando reações alérgicas dérmicas e dessa forma, pessoas com pele sensível ou doenças de pele como eczema, rosácea ou psoríase devem realizar teste de contato com qualquer produto que contenha álcool cetílico.

Então, gostou de conhecer o ingrediente álcool cetílico? Sem dúvida temos receitas usando ele em creme de pentear vegano, Shampoo pastilha, condicionador sólido e creme hidratante corporal a base d’água

Onde encontrar o álcool cetílico: https://bit.ly/309VEwo

Fontes para consulta:

https://www.cosmeticsandtoiletries.com/research/chemistry/97861099.html
https://www.chemicalsafetyfacts.org/cetyl-alcohol/
https://thedermreview.com/cetyl-alcohol/
https://journals.sagepub.com/doi/10.3109/10915818809023137

Por fim, assista o vídeo para com mais informações:

Em suma, esperamos que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida ou sugestão você pode deixar um comentário.

Então a gente se vê no próximo post! Até lá.

Por Marcella Lemos e Ana Velho.

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

Um comentário sobre ldquo;Conhecendo o ingrediente Álcool Cetílico

Deixe uma resposta