Olá, nesse post iremos te ensinar como calcular a quantidade de matéria ativa de um surfactante. Usaremos como exemplo o SCI, a Betaína e o BTMS.

Matéria ativa

Você sabe o que é a matéria ativa de surfactante? Se sim, sabe como calcular a quantidade de matéria ativa de um surfactante que está indo em nosso produto?

Muitas pessoas que reproduzem fórmulas ou desenvolvem seus próprios cosméticos, se deparam com o termo matéria ativa na hora de comprar seus insumos. 

Um exemplo bem comum é o surfactante aniônico SCI usado, principalmente,  na confecção de shampoos sólidos, pode ter matéria ativa variada de acordo com o fabricante.

Aqui no Espiral, já utilizamos Isetionato de Sódio com concentrações de 80%, 89% e 97%. Nesse caso, é importante sabermos calcular a quantidade de matéria ativa que vai na nossa receita para não extrapolar os limites de segurança estabelecido que no caso do SCI é de 47,5%.

Outra caso interessante de conhecermos a matéria ativa é com a Betaína, que normalmente é usado em torno de 5% no produto final. Acontece que a Cocoamidopropil betaína é composta apenas de 30% de matéria ativa.

Então, vamos entender melhor como fazemos esses calculos

Se tivermos um surfactante que tenha 30% de matéria surfactante ativa, e quisermos adicionar 10% dele, teremos 3% de matéria surfactante ativa. Podemos pensar assim: se tivermos 30 gramas de surfactante e adicionarmos 10% ou 0,1 multiplicamos 30 por 10% ou 0,1 para obter 3% de matéria ativa.

Lembre-se de que as porcentagens podem ser transformadas em decimais para facilitar a multiplicação.

10% = 0,1

20% = 0,2

37% = 0,37

Dessa forma, se você tivesse um surfactante que fosse:

40% de matéria surfactante ativa, e você adicionou 10% ao seu produto, você teria 40 x 0,1 = 4% de matéria surfactante ativa em seu produto.

60% de matéria surfactante ativa, e você adicionou 25% ao seu produto, você teria 60 x 0,25 = 15% de matéria surfactante ativa em seu produto. 

Vamos aos cálculos de quantidade de matéria ativa

Primeiramente, você deve transformar tua porcentagem em uma fração e posteriormente em um decimal. Vamos começar pelo SCI (leia as legendas das fotos!):

89% = 89/100 = 0,89
89% = 89/100 = 0,89

Supondo então, que nossa fórmula peça 50% de SCI, e nós temos o SCI 97% disponível para uso. Como vamos saber se usando esse SCI 97% ainda continuamos dentro dos limites considerados seguros para uso cosmético dessa substância (47,5%)?

50 x 0,97 = 48,5 e está acima dos 47,5% desejados
50 x 0,97 = 48,5 e está acima dos 47,5% desejados

Mas se substituirmos os 50% por 47%, os valores ficam dentro dos parâmetros de segurança do CIR.

47 x 0,97 = 45,59 está dentro da margem segura do CIR
47 x 0,97 = 45,59 está dentro da margem segura do CIR

Vamos partir então para o exemplo do Anfótero Betaína. Em resumo, ela possui apenas 30% de matéria ativa tensoativa em sua composição, e as indicações de concentração do ingrediente variam entre 5 e 10%. Se criarmos uma fórmula com 20% de Betaína, e quisermos saber se dentro desses 20% estamos com o % de matéria ativa dentro dos parâmetros de segurança, multiplicaremos esses 20% por 0,3 (30% – 30/100 – 0,3).

20 x 0,3 = 6 que estaria dentro dos 5 a 10% indicados.
20 x 0,3 = 6 que estaria dentro dos 5 a 10% indicados.

Por último falaremos sobre o BTMS 25 ou 50%. Se você tem uma fórmula que pede uma quantidade X de BTMS 25 e você usar a mesma quantidade em BTMS 50, é provável que seu produto fique agressivo e possa vir a causar alergias. Isso porque o BTMS 50 tem o dobro (50%) de matéria ativa catiônica que o BTMS 25 (25%).

Para este caso basta apenas dividir ou multiplicar por dois para ajustar os valores.
Para este caso basta apenas dividir ou multiplicar por dois para ajustar os valores.

Cálculo Bônus (ehehe)

Vamos aprender como fazer o cálculo de substituição direta do SCI em uma receita?

Por exemplo, vamos supor que tua fórmula peça 49% de SCI 97 e 12% de um agente endurecedor qualquer, mas você só tem em casa o SCI 89. E então, como vamos transformar os valores para manter o mesmo padrão de produto final, sem perder ou aumentar a limpeza e dureza?

Primeiramente vamos calcular se este valor se está dentro do parâmetro, multiplicando 49 por 0,97 (97% – 97/100 – 0,97). O valor obtido foi de 47,5% e este valor está ok. Para adequar a fórmula ao SCI 89, basta dividir o valor obtido no primeiro cálculo por essa concentração.

47,5/89 = 0,56 (multiplicando por 100 para obter a porcentagem teremos 56%)

Então já sabemos que a nova quantidade de SCI 89 para a fórmula inicial é 56%, 7% a mais que usamos com o SCI 97. Mas e agora, e esses 7% a mais na fórmula eu tiro de onde? Não se esqueça que seu somatório final da fórmula completa deve ser 100% para que não haja erros de formulação. Você vai, então, reduzir do agente endurecedor. Inicialmente a fórmula pedia 12%, e ao reduzirmos esses 7%, teremos ao final 5% dessa matéria-prima.

12 - 7 = 5%
12 – 7 = 5%

Prontinho!!

Assim, a conta fecha e você mantém seu produto dentro do mesmo padrão.

Video Aula

Ainda ficou com dúvidas? Assista ao conteúdo também em vídeo abaixo:

Temos um conteúdo no canal que, da mesma forma, ajuda nessa parte matemática da formulação cosmética, onde ensinamos a transformar as porcentagens (%) em gramas (g). Você já viu? Se não, veja aqui. Veja também os posts que fizemos falando sobre alguns ingredientes que citamos no vídeo, o SCI e a Betaína.

Por fim, eis algumas‌ ‌indicações‌ ‌de‌ ‌fornecedores‌ ‌de‌ ‌confiança para os ingredientes que citamos no vídeo: ‌SCI 85, Betaína, BTMS 25, Soda Cáustica 99%.

E então, você tinha dificuldade em fazer esse tipo de conversão? Se você quiser que a gente continue trazendo esse tipo de conteúdo com dicas de formulação, comenta aqui embaixo! Da mesma forma, se te ajudou, indica para alguém que possa se beneficiar desse conteúdo! E se ainda restou alguma dúvida, escreve pra gente que teremos o maior prazer em te ajudar!

Esperamos que essas informações tenham sido valiosas para você.

A gente se vê no próximo post! Até lá.

Um abraço

Marcella Lemos e Ana Velho

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

Deixe uma resposta