Olá, no post de hoje compartilharemos uma formulação de Shampoo Pastilha de Cupuaçu e Beterraba usando SLSa, indicado para cabelos secos, mistos e/ou danificados.

No último post, falamos sobre o Ingrediente SLSa – Lauril Sulfoacetato de Sódio, e por certo, hoje trazemos uma fórmula usando esse tensoativo que é permitido pelas certificadoras internacionais de cosméticos naturais. Usamos ele como Tensoativo Primário em conjunto com o Amisoft, mas vocês podem formular ele juntamente com SCI, Betaína, Decyl Glucoside, Lauryl Glucoside, etc. Não se esqueçam sempre de se atentar ao Cálculo de Concentração de Matéria Ativa para que as concentrações no seu produto não sejam superiores às concentrações seguras indicadas pelos fabricantes.

Ingredientes para Shampoo Pastilha de Cupuaçu usando SLSa

Fase Aquosa

58% de SLSa

8% de Pó de Beterraba

12% de Amisoft (Tensoativo – Cocoil Glutamato Dissódico)

7% de Hidrolato de lavanda

0,2% de Ácido Cítrico

Fase Oleosa

5,56% de Manteiga de Cupuaçu

2% de Óleo Vegetal de Maracujá

2% Estearato de Glicerila SE

1% de Procondition 22

0,14% de Ácido Cítrico

Fase Termolábil

2% de Propanediol ou Glicerina Vegetal

1% de Conservante Nipaguard

0,5% de Óleo Essencial de Lavandin Grosso

0.3% de Óleo Essencial de Tangerina

0,2% de Óleo Essencial de Palmarosa

0,1% de Oleoresina de Alecrim

Passo a passo Shampoo Pastilha de Cupuaçu usando SLSa

Primeiramente, pese em uma balança de precisão todos os ingredientes de todas as fases.

Em um recipiente de Aço Inox, una os ingredientes da Fase Oleosa e inicie o derretimento.

Enquanto isso, homogenize a Fase Aquosa a fim de facilitar a mistura de todos os ingredientes.

Ao mesmo tempo, prossiga com o aquecimento da Fase Oleosa até seu completo derretimento.

Dessa forma, adicione a Fase Oleosa derretida no recipiente da mistura da Fase Aquosa e misture vigorosamente para unir todos os ingredientes. A saber, você pode usar a chapa morna (desligada) para facilitar a mistura.

Assim sendo, retire a mistura da chapa e se a massa estiver abaixo de 50ºC, pode acrescentar a Fase Termolábil. Novamente, misture bem todos os ingredientes com uso de um fouet inox ou espátula de silicone.

Desse modo, ao final você deverá ter uma massa homogênea e maleável, semelhante a essa:

Shampoo quase pronto!
Shampoo quase pronto!

Retire 1g da massa de Shampoo e dilua em 9g de Água Destilada a fim de medir o pH e ver se está compatível com o pH de Cosméticos Capilares (entre 5 e 6).

Prensagem do Shampoo Pastilha de Cupuaçu usando SLSa

Depois que a Massa de Shampoo estiver pronta, você pode enformar como desejar. Nós usamos formas de silicone, mas você pode usar moldes de hambúrguer, formas de acetato, prensas personalizadas feitas em impressoras 3D, e até mesmo moldar à mão.

Aperte bem para prensar corretamente
Aperte bem para prensar corretamente

Colocamos por algumas horas nossa forma no congelador, de tal forma que se acelere o endurecimento da massa e desenformamos.

Shammpoo desenformado
Shampoo desenformado

Resultado Final

Essa é a barra sólida obtida como resultado final do nosso Shampoo Pastilha de Cupuaçu e Beterraba usando SLSa.

Shampoo Pastilha de Beterraba e Cupuaçu, lindão né?!

Pedimos para que um amigo nosso @jotachina testasse nosso Shampoo, e ele adorou, fez bastante espuma e deixou os cachos lindos, bem formados e super perfumados.

Substituições

Você pode substituir o Amisoft por Betaína, Decyl, Lauryl ou Coco Glucoside. Se seu cabelo for oleoso, você pode retirar o Procondition e acrescentar um Álcool Graxo no seu lugar, isto é, Álcool Cetílico ou Cetoesteralílico. Da mesma forma, você também pode substituir a Manteiga de Cupuaçu (bem como o óleo vegetal) por outra de sua preferência, porém o resultado final poderá ficar diferente. O Propanediol pode ser facilmente substituído por Glicerina Vegetal ou D-panthenol. Em conclusão, se você preferir uma textura mais dura da barra sólida, você pode substituir uma parte do óleo vegetal por Álcool Cetílico ou Cetoestearílico.

Durabilidade e Validade

A saber, um shampoo pastilha dura cerca de 60 a 80 lavagens, dependendo da forma de uso, tamanho dos cabelos e armazenagem do Shampoo durante o período de uso. A fim de garantir melhor durabilidade, mantenha em uma saboneteira ou superfície vazada, sem contato direto com água. Dessa forma, a validade indicada é de 6 meses a 1 ano, se devidamente embalado e armazenado em local seco, e ao abrigo de luz e umidade.

Você pode acompanhar o passo a passo em vídeo também:

Assim sendo, aqui no Canal, já executamos diversas formulações de Shampoo em Pastilha, porém usamos o SCI como tensoativo primário. Você já viu? Temos o Shampoo Pastilha com 5 ingredientes, Shampoo Sólido com 7 ingredientes, Shampoo Sólido para Cabelos Secos e Cacheados, e um Shampoo Pastilha para Cabelos Mistos e Oleosos.

E então, o que você achou do nosso Shampoo Pastilha de Cupuaçu e Beterraba usando SLSa? Já usou o SLSa com a finalidade de atuar como tensoativo primário nos Shampoos sólidos? Usou algum produto que contenha esse ingrediente? Nos dê sua opinião e se você fizer essa formulação, venha nos contar o que achou desse Shampoo!

Em suma, esperamos que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida ou sugestão você pode deixar um comentário.

Então a gente se vê no próximo post! Até lá.

Por Marcella Lemos e Ana Velho.

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

2 comentários sobre “Shampoo Pastilha de Cupuaçu e Beterraba usando SLSa

Deixe uma resposta