Olá, hoje compartilharemos com vocês nossa Vidraria de Laboratório, a fim de facilitar sua escolha caso esteja pensando em adquirir esse tipo de material.

Pra quem acompanha a gente a mais tempo sabe que já utilizamos diversos frascos para fazer sabonetes e cosméticos aqui no canal. Contudo, antes de lançar nosso e-book de Cosmética Capilar, investimos em Vidrarias de Laboratório para deixar nossos registros de ingredientes e processos mais aparentes.

Inegavelmente, além da vantagem da transparência, a vidraria é resistente a altas temperaturas e pode ser levada diretamente no fogão elétrico (sem chama). O material usado na Vidraria Laboratorial normalmente é Vidro Borosilicato, justamente por sua resistência à maioria dos produtos químicos e ao calor, podendo então ser aquecidos em altas temperaturas. 

Vidraria Laboratorial
Vidraria Laboratorial

Vidraria de Laboratório

Antes de tudo, quando a gente começou a pesquisar as vidrarias para comprar, ficamos muito na dúvida do que seria realmente útil. Por fim, fizemos a primeira compra e escolhemos os seguinte itens:

Frasco com Gotejador: Muito útil, temos em dois tamanhos diferentes e usamos um somente para óleos essenciais e outro para ativos líquidos que usamos em pequenas quantidades como conservantes por exemplo.    

Becker: De fato, é uma vidraria muito útil, excelente para medir líquidos ou qualquer outra matéria prima. Compramos em vários tamanhos diferentes. Usamos com a finalidade de bater emulsões, para aquecer no fogão elétrico e nunca tivemos nenhum problema de quebra ou rachadura.

Vidro de Relógio: Com toda a certeza, é excelente para pesar matéria prima em pó ou cremosa. Fácil de raspar por ser arrendado e não ter quinas. 

Placa de Petri de Vidro: Usamos para medir pequenas quantidades matérias primas em pó, em pasta ou até líquida. A saber, a vantagem com relação ao vidro de relógio é possuir tampo, e a desvantagem é ser mais difícil de raspar todo o conteúdo.  

Bastão de Vidro: Certamente muito útil para mexer e misturar as matérias primas.

Não tão úteis

Funil de vidro: Com o propósito de auxiliar no processo de envasar, porém é útil apenas quando o produto não é muito viscoso . 

 Escovinha de limpeza: Usamos apenas para limpar o funil.

Pipetas de vidro: Serve para gotejar e medir em mL, no nosso caso não foi muito útil,  pois damos preferência para o gotejador que vem com o frasco, pois podemos colocar álcool isopropílico para limpá-lo. Foi o único item dessa lista que não usamos. Exige prática para uso da pera (pipetador de borracha).

Vídeo

Por fim, você pode acompanhar o vídeo que gravamos sobre esse assunto também:

Já mostramos nossa Rotina de Estoque e Armazenamento em um outro post, com o intuito de citar algumas dicas para quem está buscando organizar sua produção. Da mesma forma, um outro post legal para relembrar é o que mostramos nossa Rotina de Higienização na Produção.

E então, o que você achou do nosso post sobre Vidraria de Laboratório? Aliás, nos conte sobre a Vidraria que você gosta de usar na sua Produção, também queremos saber. Se você quiser indicar fornecedores também, fique à vontade. Qualquer dúvida é só deixar um comentário!

Em suma, esperamos que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida ou sugestão você pode deixar um comentário.

Então a gente se vê no próximo post! Até lá.

Por Marcella Lemos e Ana Velho.

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

2 comentários sobre “Vidraria de Laboratório para Cosméticos

  1. oi meninas, adorei o post. muuuito útil.
    quanto ao gotejador, como é feito o precesso de limpeza, qdo pesa um O.E por exemplo, e vai pesar outro logo em seguida?

Deixe uma resposta