Oi, Hoje compartilharemos uma das fórmulas mais pedidas de todos os tempos no nosso canal: um desodorante sólido sem bicarbonato e muito eficiente. Usamos como ativo desodorante o Citrato de Trietila, lembra que já falamos dele aqui no canal? Se não, veja o conteúdo aqui.

SOBRE O PH

A grande questão dos desodorantes é: o pH da nossa pele é ácido, e ao usar produtos alcalinos que fiquem em contato prolongado com a pele certamente irá ocasionar fissuras, dermatites, alergias, e ao deixar a pele tão sensibilizada pode inclusive ser porta de entrada para infecções fúngicas e bacterianas. Usamos sabonetes alcalinos na pele, porém o contato é mínimo, alguns segundos e já é enxaguado. Ainda assim, sabonetes alcalinos não são indicados para pessoas que estejam com feridas ou algum problema que a pele está sensibilizada. Por isso, não devemos usar desodorante alcalino na nossa pele, é claro que ele vai matar as bactérias fermentativas (acidófilas), mas o prejuízo para a pele pode ser muito maior, então é mais fácil criarmos um produto com pH compatível com a pele, e que seja eficiente no controle dos odores, correto? Nosso subaquinho agradece <3.

Além do Citrato de Trietila, para potencializar o efeito desodorante da nossa barra, usamos Óxido de Zinco e Alúmen de Potássio (Pedra Hume). Bora conhecer a fórmula e partir para a prática?

Ingredientes

Fase 1 – Oleosa

11% Cera de Carnaúba

15% Manteiga de Karité

20% Álcool Cetílico

15% Óleo de Jojoba

2% Lecitina de Soja

5% Citrato de Trietila – Ativo desodorante

Fase 2

13% Glicerina Vegetal

5% Alumen de Potassio (peneirar) – Ativo desodorante

Fase 3

10% Fécula de Mandioca (peneirar)

2% Óxido de Zinco – Ativo Desodorante

Fase 4

0,5% Óleo Essencial de Melaleuca

0,8% Óleo Essencial de Lavandin Grosso

0,5% Antioxidante Oleoresina de Alecrim

ATENÇÃO

Na Cosmética, é de praxe indicar a quantidade de matéria prima em Porcentagem (%). As fórmulas em porcentagem são perfeitas para que as pessoas possam calcular sua produção em diferentes quantidades, seja por mudança na demanda, ou pela disponibilidade de espaço em estoque, ou qualquer outra razão. Você tem dificuldade para fazer a conversão de % para peso (g)? Esse conteúdo vai esclarecer suas dúvidas!

Passo a passo

Primeiramente pese em um becker todos os ingredientes da Fase 1 (oleosa).

Aquecer a fase 1 até que fique completamente derretida e homogênea. Enquanto a fase 1 aquece, misture os ingredientes da fase 2 e aqueça até 40 °C. Lembre-se entretanto de peneirar seus ingredientes em pó.

Quando a fase 1 derreter por completo, despeje a fase 2 e misture com o mixer até incorporar por completo.

Em seguida, despeje a fase 3 e misture com um mixer por  uns 30 segundos.

Por fim, quando a misture atingir 50ºC adicione a fase termolábil e misture. É preciso ser rápida nesse momento e despejar a massa final nos frascos escolhidos antes que ela endureça.

Por fim, envase em um recipiente higienizado e aguarde algumas horas até que o desodorante esfrie e endureça completamente antes de utilizar. 

Resultado Final

Então, esse foi o resultado final do nosso Desodorante Sólido. Usamos uma embalagem kraft que adquirimos há um tempinho em uma compra coletiva, mas não possuímos o contato de fornecedores (infelizmente).

Nosso desodorante foi super aprovado, por várias pessoas, inclusive em momentos de atividades físicas extremas. Use com a axila limpa e seca.

Validade

É provável que o prazo de validade varie de 6 meses a 1 ano, dependendo dos Cuidados de Higiene no Manuseio e Conservação. Leia nosso post sobre Boas Práticas de Higiene na Produção de Cosméticos. Se você optar por usar ingredientes vivos e manipulados como Infusões, Gel de Aloe in natura, etc, é provável que a validade do seu produto seja mais curta. Sempre que fizer alguma alteração em fórmulas, faça testes em pequenos lotes e observe sua estabilidade. Dê preferência a embalagens que você não precisará tocar diretamente no produto.

Por fim, você pode acompanhar o passo a passo em vídeo também:

Nós já fizemos duas outras fórmulas de desodorante aqui no Canal, uma em pasta com Bicarbonato e uma Líquida em Spray com Alúmen. Confere lá!

E então, o que você achou do nosso Desodorante Sólido? Quantos tipos de desodorante você testou até testar um que te agrade?  Conhece outros ativos que poderiam deixar esse desodorante ainda melhor? Escreve pra gente sobre sua experiência com desodorantes, vamos adorar saber!

Ah, se acaso você fizer a receita, venha nos contar sobre sua experiência com esse produto!

Em suma, esperamos que você tenha gostado desse post e qualquer dúvida ou sugestão você pode deixar um comentário.

Então a gente se vê no próximo post! Até lá.

Por Equipe Espiral de Ervas

Referência Bibliográfica

Elemental. Proficient women deodorant stick. Acesso em: 06 abril 2022.

Quimidrol. Ficha Técnica Pedra Hume. Acesso em: 06 abril 2022.

UL Prospector. Dermofeel. Acesso em: 06 abril 2022.

Publicado por:Espiral de Ervas

feito por Marcella Lemos e Ana Velho

4 comentários sobre “Desodorante Sólido sem Bicarbonato

  1. Oi meninas! Muito especial o trabalho que vcs desenvolvem! Vcs tem sido uma super fonte de estudo nas minhas pesquisas por aqui. Grata por tanto. Gostei muito da proposta desse desodo… Existe algum substituto para o Citrato de Trietila? Ele é opcional nesta receita?

Deixe uma resposta